Quem procura autopeças encontra o que precisa na DISPEMEC

Há mais de 30 anos a DISPEMEC atende às necessidades de clientes que não abrem mão de qualidade, praticidade e segurança na hora de comprar autopeças.

Acesse agora

Posts para » sistema de arrefecimento

Faça um check up no seu carro antes de descer a Serra

mecanica fácil - revisão antes das ferias

Todo bom motorista sabe da importância de fazer uma revisão no seu carro, principalmente antes de pegar estrada. O sol e o calor do verão, combinado com o tempo livre das férias, acabam sendo um convite para que muitas pessoas peguem a estrada rumo ao litoral. Para que você e sua família viajem em segurança, é fundamental cuidar de alguns itens do veículo. Confira com a gente!

Estradas bem pavimentadas e com poucas curvas normalmente possuem limites de velocidade maiores. (Apesar de alguns motoristas ultrapassarem esse limite, essa não é a melhor atitude: respeite sempre as leis de trânsito e dirija sempre dentro da velocidade permitida!)

Com uma velocidade maior, o que mais incomoda os motoristas é a falta de alinhamento e balanceamento. Quando o problema é o alinhamento, o motorista precisa ficar corrigindo a trajetória, pois o carro fica “puxando” para um lado. Nesse caso, o volante começa também a tremer quando o carro atinge velocidades entre 100 e 120 Km/h.

Subir e descer a Serra para ir ou voltar da praia exige um esforço maior do sistema de arrefecimento, das embreagens e das correias. Responsável por manter a temperatura do motor por volta de 90 graus, o sistema de arrefecimento é um dos que mais quebram quando os motoristas estão em viagens prolongadas. Isso acontece porque em subidas maiores, o motorista normalmente reduz a marcha e aumenta a rotação do motor, para não diminuir a sua velocidade. Esse aumento da rotação pode aumentar a quantidade de calor e dar mais trabalho para o sistema de arrefecimento.

Outro que precisa estar 100% antes da viagem é a embreagem. Ela tem a função de transmitir o torque e a rotação do motor para o câmbio e para as rodas. Quanto mais pesado estiver o carro em uma subida, mais será exigido da embreagem.

Na hora da descida, muitos motoristas reduzem a marcha para não sobrecarregar o sistema de freios. O problema é que as reduções repentinas podem quebrar a correia dentada, principalmente se ela já tiver mais de três anos ou uma quilometragem maior que 50 mil km.


O sistema de arrefecimento do seu carro merece mais atenção

blog_dispemec_022_radiador

E precisa de atenção mesmo, pois um simples descuido com o sistema de arrefecimento do seu carro pode resultar em pequenos prejuízos e até a troca do motor.

Pra entender melhor, é preciso saber que todo motor de combustão interna queima combustível (gasolina, álcool, diesel, gás natural), gera uma grande quantidade de calor durante essa queima ou explosão, como alguns dizem. Acontece que, mesmo com o avanço tecnológico de muitos carros, a grande maioria dos motores de combustão interna ainda não é muito eficiente na hora de converter a energia química em força mecânica, o que acaba gerando mais calor. E mesmo que hoje em dia tiremos mais proveito desse calor, ainda assim o sistema de arrefecimento deve receber mais atenção.

Antes, a solução era só colocar água para circular nos compartimentos dentro do motor para absorver o calor,  passando pelo radiador. Mas para a alegria de todos, o sistema foi aperfeiçoado para aquecer o motor de forma mais rápida e manter a temperatura e  para o óleo lubrificante fluir melhor e ajudar na absorção de calor para que as partes metálicas não entrem em atrito.

Por isso, a combinação correta para usar no sistema de arrefecimento é: água + aditivo + pressão.

Porém, para obter a eficiência do motor, é necessário que todos os componentes estejam funcionando corretamente: sensores de temperatura, tampa do reservatório suplementar, válvula termostática e a ventoinha ou eletroventilador.

E quando você notar que há algo errado com o sistema ou pouca água e nível do aditivo no radiador baixo, evite deixar que o motor morra de sede. Complete com água da torneira até o nível indicado e procure o seu mecânico nos próximos dias para verificar o que mais é necessário fazer e qual o aditivo mais indicado para o seu carro.

Normalmente, eles já são diluídos em água ou concentrados em diferentes proporções (sempre informado no rótulo da embalagem). Verifique com o seu mecânico qual a mistura correta de água e aditivo para o motor do seu veículo ou consulte o manual do proprietário e esqueça o mito de que colocar aditivo corrói o sistema de arrefecimento. Isso é lenda, na realidade ele ajuda e muito o funcionamento do sistema.

Para saber mais sobre sistema de arrefecimento, radiador e tipos de aditivos, veja o nosso vídeo do Mecânica Fácil:

E lembre-se sempre de verificar a qualidade do aditivo utilizado pra não acabar com produtos falsos que circulam no mercado. Por isso, compre sempre em lojas de confiança.

 

Por hoje é isso galera! Até o próximo post!

Equipe Dispemec.com