Quem procura autopeças encontra o que precisa na DISPEMEC

Há mais de 29 anos a DISPEMEC atende às necessidades de clientes que não abrem mão de qualidade, praticidade e segurança na hora de comprar autopeças.

Acesse agora

Posts para » lavagem a seco

Como economizar água e tornar a oficina sustentável

trocadeoleo_sustentabilidade

A falta de água é um pesadelo para todos. E você tem como contribuir com a economia de água não só na sua casa, mas também na oficina mecânica. Já existe uma regulamentação sobre o descarte de água nas oficinas mecânicas, e pensar na sustentabilidade do estabelecimento é imprescindível para o diferencial do seu negócio.

Pensando nisso, o IQA – Instituto da Qualidade Automotiva criou a certificação Selo Verde para as oficinas mecânicas. Esse selo ajuda você a saber como fazer a separação dos resíduos e o descarte correto de peças e outros resíduos.

A mistura de água e óleo, derivada da lavagem de motores e das trocas de óleo, deve ser descartada em caixas decantadoras, que separam as duas substâncias. O óleo coletado pode ser vendido para empresas.

Vale a pena ficar atento: a Cetesb pode multar a empresa que descartar óleo indevidamente.

Afinal, tudo o que ninguém quer é que a água misturada com óleo vá parar nos reservatórios, hoje com níveis tão baixos de água.

E se você não abre mão de devolver o carro limpo para o cliente, é possível coletar a água da chuva para a lavagem da oficina e dos carros. Pense também na possibilidade de passar a fazer a lavagem dos carros a seco.

 

Outra medida é colocar avisos sobre o fechamento de torneiras e mangueiras. E nos banheiros, usar produtos que eliminam a graxa das mãos sem a necessidade de deixá-las por um longo tempo embaixo da torneira.

 

Assim, sua oficina cuida da água que todos irão consumir e ainda fica “bem na fita” com os clientes.

Um abraço!

Equipe Dispemec.com


Técnicas indispensáveis para você mesmo conservar a pintura do carro

limpeza_carro

Que os carros precisam de cuidados, principalmente quanto à sua parte mecânica, isso nós já sabemos. Até porque manter as revisões em dia é primordial para a segurança de todos.

Resolvida essa parte, é hora de cuidar do visual da sua máquina!

Conservar a pintura e limpar bem por fora e por dentro fazem parte da rotina de quem tem carro.

Você lembra que, antigamente, a pintura original dos veículos ficava fosca rapidinho? Pois é…

Hoje isso é mais difícil de acontecer porque a qualidade do verniz melhorou e muuuito. Por isso, atualmente, os carros ficam parecendo novos por mais tempo.

Mas, mesmo assim, existem alguns cuidados que ajudam a manter a aparência bonita, como:

  • Deixar o carro em locais cobertos.
  • Usar capas para proteger tanto dos raios solares como da chuva, principalmente se for de granizo.

Além disso, comece a fazer a lavagem a seco. É uma maneira prática, ideal para quem mora em apartamento ou não tem uma garagem grande, econômica e ainda evita o desperdício de água!

 

Confira o passo a passo:

– Mantenha o carro frio e na sombra antes de começar a lavar.

– Retire os resíduos maiores que possam arranhar o veículo no atrito com o pano.

– Aplique o produto, de preferência, direto na luva ou no pano de microfibra.

– Passe o produto em movimentos circulares e sem muita pressão.

– Limpe sempre de cima para baixo. Comece pelo teto e desça para o capô e as laterais.

– Antes de secar, passe outro pano para retirar o excesso do produto

– Para finalizar, use um pano limpo e seco para dar brilho.

 

Para os carros que estão muito sujos, vale a pena fazer a lavagem do tipo rinseless wash, que usa água, porém em pouca quantidade.

 

Dois baldes são mais do que suficiente. Um é usado para umedecer a luva ou o pano de microfibra junto com os produtos, como o shampoo automotivo. O outro é usado para retirar o produto do veículo antes de começar a encerar.

Ah, jamais use detergente ou sabão em pó para lavar a sua máquina. Eles têm componentes que, com o tempo, deterioram a tinta do veículo.

Já os carros que estão com muito barro, o ideal é levá-los para um lava-rápido. Lá, os funcionários conseguem erguê-lo e retirar todo o barro que ficou na parte de baixo, além de eliminar a sujeira da lataria externa sem arranhar a pintura.

Os produtos usados para as lavagens a seco ou do tipo rinseless wash podem ser aplicados em carros de todas as cores em verniz.

Somente os de cor prata precisam de mais cuidados na hora de lavar e polir, pois neles é mais difícil de enxergar algumas manchas.

Para encerar o veículo, há duas possibilidades:  mensalmente, se for com produtos comerciais, ou a cada seis meses, com produtos profissionais e bem aplicados.

Caso contrário, pode deteriorar a tinta e custar uma nova pintura.

 

Mais uma dica: para tirar adesivos dos carros, use uma espátula plástica e depois faça um polimento com cera.

 

Por fim, já que o assunto é limpeza, dê uma conferida neste outro post: lavar o motor, pode ou não pode?

Um forte abraço!

Equipe Dispemec.com


Lavar o motor do carro. Pode ou não pode?

lavar-o-carro

Este assunto que gera muitas dúvidas. Afinal, lavar o motor pode trazer problemas no desempenho do seu carro?

Durante muito tempo se acreditou que a lavagem era prejudicial aos motores modernos, cada vez mais equipados com componentes eletrônicos. Na verdade, a limpeza é necessária.

Com o uso do veículo, poeira, oleosidade e lama vão se acumulando nas partes móveis do motor e acaba por dificultar o funcionamento das correias e contatos elétricos. Além disso, com o motor limpo, a refrigeração é mais eficiente. A limpeza periódica demonstra o cuidado com o veículo. Leia mais…