Quem procura autopeças encontra o que precisa na DISPEMEC

Há mais de 30 anos a DISPEMEC atende às necessidades de clientes que não abrem mão de qualidade, praticidade e segurança na hora de comprar autopeças.

Acesse agora

Posts para » Inmetro

Como modificar o carro sem infringir as leis

TUNING

A modificação de carros, conhecida como tuning, é uma ótima alternativa para quem quer um carro com estilo único e personalizado.

Mas, para fazer qualquer alteração em um veículo, é preciso seguir a lei, para garantir a segurança do motorista e dos passageiros. Confira os passos para modificar seu carro dentro da lei:

1 – Autorização prévia

Depois de decidir quais as modificações serão feitas, é preciso pedir uma autorização para o Detran. Isso mesmo, diferente do que muitas pessoas fazem, o pedido precisa ser solicitado antes de mexer no carro e não depois.

O Detran analisa o pedido para ter certeza que está tudo dentro das normas do Código de Trânsito Brasileiro. Se for autorizado, será emitido um documento que prova a permissão para o motorista andar com o carro, até ser aprovado pela vistoria. Mas se não for, as alterações no veículo precisarão ser adequadas as leis e um novo pedido deverá ser feito.

2- Selo Inmetro

Após conseguir a autorização do Detran, o segundo passo é fazer a inspeção do Inmetro (Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia), que é o órgão responsável por analisar e garantir a qualidade e segurança de produtos de diversos segmentos. São inspecionados pneus, estepes, chaves de rodas e até a potência do motor.

Caso o veículo seja reprovado, o motorista recebe um relatório com tudo o que deve ser arrumado e tem até 30 dias para realizar as correções e refazer a inspeção, sem que nenhuma taxa seja cobrada.

3- Vistoria de identificação

O último passo é fazer uma vistoria de identificação veicular, para identificar a regularidade de todos os itens alterados. O laudo da vistoria precisa ser levado ao Detran para que o documento de autorização final  seja emitido.

As únicas modificações que não precisam de autorização legal são as de roda e pneu. Fazer alterações no carro sem ter autorização prévia pode gerar multas (que variam de acordo com cada alteração) e na apreensão do veículo.

Até a próxima,

Equipe Dispemec.com


Informações que você precisa na hora de trocar o pneu do carro

qualidade dos pneus

Os pneus são os itens que mais sofrem impactos, já que são os responsáveis por fazer o veículo se movimentar. Chega uma hora que a troca é inevitável para o funcionamento correto do carro e para a segurança do motorista e dos passageiros. Mas essa compra pode gerar muitas dúvidas. Saiba mais sobre a qualidade e as informações que você precisa ter na hora de comprar pneus novos.

Se o seu pneu está desgastado, careca ou com marcas irregulares, significa que chegou a hora de fazer a troca. E um fator importante é o tamanho e a largura, que influenciam em todo o sistema do carro. Muitas pessoas trocam o tamanho sem verificar o que é adequado para o modelo do seu veículo e isso pode causar danos e acidentes. O mais indicado é verificar as especificações no manual do proprietário ou na borda lateral do pneu.

Outra dúvida que ronda os compradores é a qualidade do pneu, muitos acham que os importados são melhores, já outros preferem os nacionais. A verdade é que a origem do não importa, pois todas as marcas passam pelo mesmo sistema de verificação e controle de qualidade do INMETRO. Por isso a melhor opção é procurar as marcas que possuem o selo de qualidade e que você ou o seu mecânico já comprovou a qualidade.

Você também precisa verificar sempre a classificação de velocidade do pneu que pretende comprar, para ter certeza que é o adequado o modelo do seu carro. A classificação certa irá garantir maior estabilidade e segurança.

Se na hora de fazer essa importante compra alguém te oferecer um pneu remold, não aceite. Apesar do preço ser atraentemente mais barato, esse tipo de pneu usado recebe uma nova camada de borracha e é vendido como semi-novo. As falhas antigas do pneu continuam presente, o que pode fazer você correr muitos riscos. Assista ao vídeo do nosso canal Mecânica Fácil e veja como aumentar a vida útil dos seus pneus!

Até o próximo post!

Equipe Dispemec.com


Selo do Inmetro nos carros, pra que serve?

inmetro veicular

Selo do Inmetro em carros! Isso mesmo, hoje, o Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia faz diversos testes nos veículos. No último ranking, o Brasil teve 583 modelos qualificados.

 A adesão é voluntária e algumas montadoras optam por não solicitar. Outras, até tem os modelos inscritos, mas não fixam o selo nos veículos, por não ser obrigatório. Só que as montadoras devem levar em consideração que o consumidor atual é preocupado com o consumo de combustível e isso pode interferir na hora da compra daquele carro novo.

 O Inmetro testa e qualifica os quesitos de consumo de combustível e emissão de poluentes numa escala de A à E, em que A é a melhor qualificação e E é a pior. Os testes são realizados com o carro tanto na cidade como na estrada.

Em carros flex, os testes servem para ambos os tipos de combustíveis. Por exemplo, o Volkswagen UP 1.0, eleito um dos mais econômicos, faz 13,5 km/l na cidade e 14,6 km/l na estrada, usando gasolina. Com etanol, faz 9,2 km/l na cidade e 10,2 km/l na estrada.

Os carros mais econômicos são classificados pelo Inmetro na categoria A e levam o selo verde do PBEV – Programa Brasileiro de Etiquetagem Veicular.

A certificação é uma verdadeira mão na roda para quem está comprando. Assim dá pra saber, de fato, quais são os carros mais econômicos e menos poluentes.

Caso o modelo de sua escolha estiver sem este selo, você pode verificar no manual do carro. Se ele passou pelo teste do Inmetro, os resultados estarão lá!

Por hoje é isso, pessoal!

Um abraço!

Equipe Dispemec