Quem procura autopeças encontra o que precisa na DISPEMEC

Há mais de 29 anos a DISPEMEC atende às necessidades de clientes que não abrem mão de qualidade, praticidade e segurança na hora de comprar autopeças.

Acesse agora

Posts para » correia dentada

Descubra quais são e como evitar os defeitos na correia dentada

correia dentada

A correia dentada, responsável por manter a sincronia entre o comando de válvulas e o virabrequim, é uma peça simples, mas fundamental para o funcionamento do carro. O problema é que seus defeitos chegam de maneira silenciosa, comprometendo o motor e gerando um grande prejuízo.

Quando a correia dentada arrebenta, os pistões acabam entrando em atrito com as válvulas, prejudicando o cabeçote do motor. Mas se o problema ocorrer enquanto o carro está em alta velocidade, o impacto pode ser tão grande a ponto de quebrar os pistões. Isso obriga o motorista a trocar o motor inteiro, desembolsando, no mínimo, R$ 4 mil.

Assim como o rompimento, o desalinhamento dos dentes da correia, correais frouxas, muito tensionadas ou gastas podem gerar grandes danos, pois desestabilizam a sincronia entre a abertura e fechamento das válvulas de admissão e de escape.

A melhor maneira de prevenir defeitos é fazer a troca da peça na quilometragem indicada no manual do veículo. Também é importante trocar o tensor, responsável por manter a tensão certa na correia, além de evitar reduzir a marcha drasticamente ou dar tranco repetidamente no motor para fazer funcionar.

Quer saber mais sobre a correia dentada? Confira o vídeo do Mecânica Fácil!

Até o próximo post!

Equipe Dispemec.com


13 itens do carro para verificar antes de viajar

revisao_feriado

Oba! Este ano a lista de feriados tá boa! Dá pra todo mundo programar as viagens com a família e passeios mais longos.

Mas antes de colocar o pé na estrada, é importante checar uma outra lista: a da manutenção do veículo! Afinal, ninguém quer passar por perrengues durante os dias de folga, não é mesmo?

Pensando nisso, fizemos este check-list com os 13 itens do carro que você deve verificar antes de viajar.

 

Pode pegar, copiar, compartilhar estas dicas…. É pra facilitar a vida de todo mundo.

1. Documento do carro e do motorista

Ok. Documento não é peça do carro, mas nenhum veículo pode circular por aí sem documento ou com o licenciamento e seguro obrigatório vencidos.

Então, por favor, certifique-se de que está levando o documento do carro e a sua habilitação. Ah, e não vá viajar com a habilitação vencida, hein?!

2. Pneus

Veja se os pneus não estão carecas e se a calibragem está correta. Não se esqueça do estepe. Vai que você precisa dele!

 

3. Freios

Os freios e o fluído também devem ser checados. Pedal duro e trepidações são sinais de que algo não está de acordo.

4. Faróis e lâmpadas

Todos os faróis, setas e a luz de freio devem estar funcionando. Caso contrário, como você vai sinalizar as manobras e evitar colisões?

5. Limpador de para-brisa

Verifique as lâminas, as borrachas e o reservatório de água do para-brisa. Se chover e esses itens não estiverem funcionando, com certeza a sua viagem vai se tornar uma leve dor de cabeça.

6. Itens obrigatórios

Macaco, extintor de incêndio e triângulo não devem sair do seu carro, concorda? A não ser que o prazo de validade do extintor esteja vencido. Aí, é hora de trocar e recolocar no lugar.

7. Combustível e óleo

Viajar com o combustível na reserva? Jamais! Abasteça o suficiente para não correr o risco de parar na estrada. Verifique também o nível de óleo e, se for o caso, troque-o conforme o indicado do manual do veículo.

8. Filtro de ar

O filtro de ar e o óleo devem ser trocados ao mesmo tempo para não diminuir a vida útil do lubrificante.

 

9. Velas e cabos

Estar com as revisões do carro em dia garante que esses itens sejam trocados no tempo certo. As velas, por exemplo, devem ser examinadas a cada 10 mil km rodados e os cabos, a cada 50 mil km.

10. Amortecedores

Os amortecedores e todos os itens do sistema da suspensão – buchas, molas, bandejas – também merecem uma inspeção mais minuciosa antes da viagem.

11. Correia dentada

Essa peça deve ser trocada em média a cada 50 mil km rodados. Mas dependendo do quanto você usa o carro, é bom verificar a correia dentada a cada 15 mil km, quando podem aparecer desgastes.

12. Radiador

Lembre-se de pedir pro seu mecânico que confira o funcionamento do radiador, da bomba d’água, da ventoinha e da válvula termostática.

13. Alinhamento e balanceamento

Como já dissemos antes neste link, o carro desalinhado perde a estabilidade e pode ocasionar acidentes. E a falta de balanceamento compromete o controle que o motorista tem sob o carro. Portanto, são itens que não podem ser esquecidos.

Use essa listinha pra facilitar a sua vida antes de qualquer viagem, mesmo das mais rápidas, nos finais de semana! 😉

Até a próxima!

Equipe Dispemec.com


Aprenda sobre a correia dentada do seu carro.

Aprenda sobre a correia dentada do seu carro.

Antes de sabermos quando trocar uma peça do carro, devemos saber qual é a sua função dentro do sistema no motor de um veículo.

A correia dentada é a peça que mantém a sincronia entre o virabrequim, que transfere a força do motor às rodas, e o comando de válvulas, responsável pela entrada e saída de gases no cilindro.

Quando, desgastada pelo uso, a correia dentada se parte, o pistão comandado pelo virabrequim atinge as válvulas, danificando não só o próprio comando de válvulas, como os tuchos e até mesmo as bielas do motor. Um prejuízo que não sai barato.   Leia mais…