Quem procura autopeças encontra o que precisa na DISPEMEC

Há mais de 29 anos a DISPEMEC atende às necessidades de clientes que não abrem mão de qualidade, praticidade e segurança na hora de comprar autopeças.

Acesse agora

Posts para » Autônomos

Carros autônomos: o que são e porque alguns especialistas são contra

DISPEMEC 28 carros autonomos

É claro que os veículos autônomos ainda não estão prontos para rodar nas ruas, mas protótipos já estão sendo testados por grandes montadoras.

Apesar de ser um enorme avanço para o universo da tecnologia automotiva, a automação de carros ainda é um tema que gera muitas discussões, já que uma possível falha pode ocasionar um grande acidente. Saiba mais sobre essa tendência:

O que são e como funcionam?

Os carros autônomos são veículos que dirigem sozinhos, o que torna o motorista, apenas  um ocupante. Eles funcionam como um computador e são programados para captar e interpretar dados enviados por radares e sensores de trânsito ao seu redor.

É mais seguro do que um carro comum?

A segurança é o  principal objetivo das montadoras que estão investindo nessa tecnologia. A ideia é programar o sistema do carro, para identificar radares, limites de velocidade, proximidade com outros veículos, entre outros aspectos que tornam os veículos mais seguros.

A marca Volvo, por exemplo, está investindo nos carros autônomos com a intenção de zerar o número de mortes em seus veículos, até 2020. Mas a realidade é outra, já que até o momento, os protótipos apresentam falhas de funcionamento.

Por que alguns especialistas duvidam da tendência?

Alguns especialistas da área não acreditam que essa tecnologia será tendência, pois para que os carros autônomos sejam realmente seguros, os sistemas usados não podem ter erros. Os protótipos analisados até agora apresentaram defeitos que podem ocasionar um acidente.

Esse foi o caso do carro da montadora Tesla, uma novata do mercado americano. Um de seus veículos semi-autônomos (executam parte das funções de um autônomo) teve falhas nos sensores e bateu em um caminhão, o que levou o motorista a óbito.

Quando teremos esse tipo de carro nas ruas?

Os investimentos nos autônomos são cada vez maiores e as montadoras estão apostando na parceria com grandes empresas de tecnologia. Mas nenhum protótipo atingiu, até o momento, o nível 5, número máximo na escala de automação.máximo de automação.

A maioria das montadoras pretende comercializar esses veículos até 5 anos, mas tudo irá depender do aperfeiçoamento dos sistemas, o que pode levar mais tempo do que o planejado. E você, teria coragem de andar em carro autônomo?

Até a próxima,

Equipe Dispemec.com