Quem procura autopeças encontra o que precisa na DISPEMEC

Há mais de 30 anos a DISPEMEC atende às necessidades de clientes que não abrem mão de qualidade, praticidade e segurança na hora de comprar autopeças.

Acesse agora

Check list para a inspeção do sistema de freios


checklist_freio

Que o sistema de freios é um dos principais componentes para a segurança, todo mundo sabe. Mas sempre tem algum item que a gente esquece de pedir pro mecânico avaliar na hora da inspeção.

Pra te dar uma mãozinha, fizemos esse check list com os componentes essenciais (dianteiros, traseiros, de fricção e hidráulicos) do sistema de freios.

Então, se liga na lista e use sempre que for realizar as revisões dos freios:

Pastilhas

– Discos

– Pinças

– Cilindro de roda

– Cilindro flexíveis

– Rolamento de roda

– Sapata ou Lona

– Cilindro mestre

– Tambor ou Eixo

– Patim

– Servo freio

– Válvula de retenção de vácuo

– Válvulas e equalizadores de pressão

– Fluido de freio

– Reservatório de fluido

Luz de freio

Além de ter em mãos essa listinha com os principais itens que podem precisar de reparos, é importante saber quando devem ser inspecionados.

Por exemplo, os problemas mais comuns ficam por conta da pastilha e dos discos do freio. A gente fala um pouco mais sobre eles neste vídeo. Dá o play aê:

 

Para os outros itens, vale a pena consultar o manual do carro. Com os dados das revisões em mãos, não se esqueça de questionar quando algum item não for trocado. Mas uma regrinha geral é: mesmo que o seu carro esteja “tinindo”, o aconselhável é realizar a revisão do sistema de freios a cada 10 mil km rodados – isso pra quem roda bastante com o carro, dentro e fora da cidade. Assim você garante a sua segurança e a de todos os que cruzarem o seu caminho.

 

Por fim, mas não menos importante, é preciso reconhecer quando o carro está com problemas no sistema de freios – ele começa a dar alguns sinais antes de perder completamente sua capacidade de frenagem. Leve o carro para uma revisão se:

– O pedal ficar muito duro

– O carro puxar para um lado

– A luz do painel acender

– O pedal “descer” e ficar muito baixo

– Tiver que completar o fluido com frequência

– Perceber queda na potência do freio

– Houver vazamento nos cilindros ou nas mangueiras

– Perceber que a “roda está presa”

– Começar a escutar fortes ruídos no carro

– Intensidade de vibrações e rodas tremendo em baixa, média e alta velocidade

Esses são sinais básicos e clássicos de um veículo com problemas em algum componente do sistema de freios. E a melhor maneira de resolver isso é procurando um mecânico de confiança ou a montadora, para realizar as inspeções, revisões e trocas necessárias.

Gostou deste post? Então compartilhe com os amigos e contribua para um trânsito mais seguro!

Um forte abraço!

Equipe Dispemec.com


Categorias: Dica do Dix

Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,