Quem procura autopeças encontra o que precisa na DISPEMEC

Há mais de 27 anos a DISPEMEC atende às necessidades de clientes que não abrem mão de qualidade, praticidade e segurança na hora de comprar autopeças.

Acesse agora

Carro novo também precisa de revisão antes de cair na estrada


revisão do carro

O carnaval chegou e são em feriados como esse que as pessoas costumam colocar o carro na estrada. Mas mesmo que o seu veículo seja novo, é preciso fazer uma revisão antes de qualquer viagem. Assim, você garante uma vida útil maior para as peças automotivas e, é claro, a segurança de todos os passageiros.

É recomendável fazer a revisão do seu automóvel sempre a cada seis meses ou a cada 10 mil quilômetros rodados, o que acontecer primeiro. Mas no caso de grandes viagens, é sempre uma boa ideia verificar itens básicos e, com isso, garantir a segurança da sua família.

Uma revisão completa deve abranger todos os sistemas do carro, como motor, embreagem, câmbios, bateria, pneus, entre outros. Se o carro for novo e com pouco uso, não é necessário fazer uma revisão tão completa. Basta levar o carro para o seu mecânico de confiança e pedir para verificar os itens mais exigidos durante uma viagem.

Pode parecer exagero, mas é preciso entender que estrada é coisa séria. Com a alta velocidade, o motor é muito requisitado e por isso ele, e todas as peças do carro, precisam estar funcionando perfeitamente para casos como uma ultrapassagem inesperada, uma chuva muito forte ou qualquer outra surpresa desagradável. O carro precisa estar preparado para estes cenários, assim como o próprio motorista.

O ideal é realizar essa revisão um mês antes de viajar, justamente para ter certeza de que o automóvel está com tudo em dia e que a revisão valeu a pena. Peça para o seu mecânico verificar como está a suspensão, os freios, como está a parte elétrica (garantindo que todas as luzes funcionem corretamente), etc. Explique que você está indo viajar e peça para ele verificar as peças mais exigidas. Com isso, você garante uma viagem tranquila e sem sustos.

 

Até o próximo post,

 

Equipe Dispemec.com


Categorias: Dica do Dix

Tags: , , , , , , , , , , , , , , ,

A importância do controle eletrônico de estabilidade


controle eletrônico de estabilidade

Os acidentes automobilísticos geram prejuízo para o motorista e para os passageiros. Além dos reparos no veículo – ou até a perda total dele – os acidentes são uma das maiores causas de morte no país. E para ajudar na prevenção dessa terrível situação, foi inventado a tecnologia do controle eletrônico de estabilidade, também conhecido pela sigla ESC (Electronic Stability Control).

O ESC é responsável por deixar o carro estável em curvas mais fechadas, desvios e pistas escorregadias. Esse item é um módulo eletrônico que funciona a partir de sensores, que calculam a velocidade das rodas durante o trajeto, a inclinação da direção e os ângulos dos eixos do veículo. Ao detectar uma variação anormal entre as rodas e a direção, o sistema é acionado automaticamente.

De acordo com pesquisas feitas pelo Instituto de Segurança Viária dos Estados Unidos, em 2006, o sistema é capaz de reduzir cerca de 43% dos acidentes fatais. Mas para essa prevenção funcionar corretamente, a revisão do carro deve estar em dia. Se o pneu já perdeu a aderência, por exemplo, ficará muito mais difícil não deixá-lo derrapar em uma pista molhada.

O controle de estabilidade não é universal, ou seja, não pode ser colocado em qualquer carro. A instalação e configuração dos sistemas devem ser feitas pelas montadoras responsáveis, assim o procedimento receberá a garantir a segurança necessária. O ESC ainda não é obrigatório no país, mas o Contran (Conselho Nacional de Trânsito) aprovou, no dia 16 de dezembro de 2016, a obrigatoriedade do sistema em todos os veículos a partir de 2020.

É importante lembrar que mesmo se o seu veículo possui o controle eletrônico de estabilidade, os cuidados básicos ainda precisam ser tomados. Afinal é só mais uma proteção, assim como airbag e não uma garantia de que não haverá acidentes.

Um abraço e até o próximo post,

 

Equipe Dispemec.com


Categorias: Dica do Dix

Tags: , , , , , , , , , , , , , ,

Como transportar crianças no carro


Como trasportar crianças no carro

Transportar crianças no carro faz parte da rotina de muitas famílias, mas isso requer cuidado e atenção. Não só em passeios, mas em atividades comuns, como levar os pequenos para a escola. Saiba mais sobre as regras e opções de transporte.

De acordo com o Código de Trânsito Brasileiro, transportar crianças em veículos automotores sem a segurança necessária é considerada uma infração gravíssima. Ou seja, o motorista responsável perder 7 pontos na carteira, além de receber uma multa de R$ 293,47.

Bebês de até 1 ano devem ser colocados no banco traseiro, acomodados no bebê conforto. Crianças entre 1 e 4 anos precisam de uma cadeirinha que é presa ao banco traseiro pelo próprio cinto do veículo. Já as crianças entre 4 e 7 anos precisam usar um assento de elevação que fica no banco de trás. Entre 7 e 10 anos, ela pode apenas usar o cinto de segurança, mas é obrigatório que ela viaje no banco traseiro. A partir dos 10 anos, a criança pode se sentar no banco da frente, mas precisa ter o tamanho certo para usar o cinto de segurança.

Também é importante verificar o peso da criança, pois ela pode ser menor ou maior do que a média e necessitar de um assento diferente. Crianças com mais de 10 anos que não se adequam fisicamente ao cinto de segurança do banco da frente, por exemplo, podem correr riscos até mesmo em no caso de uma freada brusca.

 

Até o próximo post,

Equipe Dispemec.com


Categorias: Dica do Dix

Tags: , , , , , , , , , , ,

Carros de séries especiais: principais vantagens e desvantagens


carros de séries especiais

Vira e mexe as montadoras lançam séries de carros especiais: com acessórios adicionais, cores diferentes e até modificação no design do veículo. Tudo que é oferecido nessas versões especiais chama a atenção. Mas será que vale a pena comprar? Confira aqui algumas dicas e descubra os prós e contras de um veículo de séries especiais.

Acrescentar os acessórios no carro na hora da compra pode sair caro. Cada detalhe torna-se um investimento extra: ar-condicionado, vidros automáticos, air bag, central multimídia, entre outros.  Mas as séries especiais podem chegar ao mercado com muitas opções por preços irresistíveis.

Para quem não dispensa um carro com funcionalidades únicas e que, na versão normal sairia caro, é uma boa compra. Mas fique atento a tudo que o veículo oferece, se realmente será útil para você, pois cada série possui tema, público ou um objetivo muito específico.

E apesar de parecer tentador, é necessário analisar com calma o tempo que o veículo será útil para você. Pois vender um carro com características não convencionais, principalmente relacionadas ao design, pode ser bem difícil. Mas o seu valor pode continuar sendo interessante para o vendedor.

É importante também verificar se as peças de reposição são encontradas facilmente e quais seus respectivos valores. Pergunte ao vendedor e informe-se sobre as funcionalidades mecânicas com um mecânico da sua confiança.  Assim, se o veículo apontar algum defeito, você não fica sem a peça nem precisa gastar uma fortuna.

Até o próximo post!

 

Equipe Dispemec.com


Categorias: Dica do Dix

Tags: , , , , , , , , , , , ,

Inundação: saiba o que fazer para proteger seu carro


Inundação: saiba o que fazer para proteger seu carro

Durante o verão é comum que ocorra chuvas intensas, que acabam gerando inundações. Infelizmente, esse tipo de situação pode causar o alagamento de ruas e, consequentemente, de casas, estabelecimentos e de veículos. Mas como reagir se o seu carro ficar preso em uma enchente? Veja algumas dicas e saiba o que fazer nesta condição.

Se enquanto dirige começar a chover e você se deparar com uma rua alagada, pare o carro imediatamente. Alguns motoristas acham que devem insistir no caminho e passar pela água. Mas isso pode prejudicar o mecanismo interno do veículo. Procure um lugar elevado, que não tenha água e desligue o motor.

Caso o carro esteja estacionado e fique ilhado, a melhor ação é chamar o serviço de emergência do seu seguro. Saia do carro e procure um local seguro para não arriscar sua vida, nem a de seus passageiros. É importante apenas observar o nível em que a água invadiu o veículo. Se a inundação permanecer abaixo do banco, os danos poderão ser menores. Mas se a água chegar até a altura do painel, é provável que atinja todo o sistema interno.

E se a água entrar e prejudicar os sistemas elétricos, eletrônicos ou mecânicos do veículo, uma reparação será necessária. O conserto deve ser feito por um mecânico especializado em danos por água. O processo de recuperação começa com a desmontagem e secagem de todos os sistemas (elétricos, de ventilação, entre outros). Todas as partes são limpas e secas e então o profissional verifica se há necessidade de trocar alguma peça.

Em carros menores, o conserto pode durar entre uma semana e dez dias. Já em carros maiores, pode levar até 30 dias. Os valores dependem  do estado em que o veículo ficou e que tipo de reparo precisará ser feito, podendo variar entre R$600 até R$ 20 mil. Mas a melhor opção é tomar muito cuidado durante uma tempestade.

Até a próxima,

 

Equipe Dispemec.com

 


Categorias: Dica do Dix

Tags: , , , , , , , , , , , , ,

Descubra as funções e vantagens dos carros crossover


Conheça os carros crossover

Você conhece os carros crossover? Esse nome está ganhando destaque no mercado automobilístico. Mas ainda gera muitas dúvidas e é confundindo com os modelos SUVs. Isso acontece porque há alguns anos atrás, os carros denominados como crossover eram apenas carros comuns que ganhavam algum acessório off-road. Entenda mais sobre esse modelo.

O que são

A palavra “crossover”, em uma interpretação popular, significa o cruzamento entre modelos diferentes. Os veículos modernos desta categoria não possuem apenas alguns detalhes dos modelos SUVs. Os crossover são carros que mesclam diversas características de carros de passeio populares com os SUVs. Ou seja, são modelos confortáveis que ganham adaptações de espaço, altura, tração, entre outras.

Vantagens

Esse tipo de veículo é recomendado para andar na cidade ou para pequenas trilhas. Ele não é feito para grandes aventuras e impactos como as SUVs, que são feitas para diferentes tipos de solo. Mas suas vantagens acabam compensando esse fato, pois são carros que aproveitam as melhores características esportivas e aventureiras das SUVs sem perder o conforto, o espaço e a estabilidade de direção.

Destaques

Os modelos crossover estão se destacando no mercado e conquistando o público. Algumas marcas, como Peugeot, Renault, Toyota e Jeep já fazem sucesso com seus crossover. Para 2017, é esperado o lançamento da Suzuki S-Cross, do RAV4 da Toyota, do Cruze Hatch e do Tracker da Chevrolet.

Até a próxima,

Equipe Dispemec.com


Categorias: Dica do Dix

Tags: , , , , , , , , ,

Veja as principais informações sobre o IPVA 2017


IPVA 2017

Já estamos no meio de janeiro e chegou a hora de pensar no pagamento do IPVA 2017. O Imposto Sobre Propriedades de Veículos Automotores é uma taxa que precisa ser quitada no início de todos os anos por quem possui qualquer veículo automotivo, como: automóveis, caminhões, ônibus, micro-ônibus, motos e similares.

Cerca de 50% do valor da taxa é destinada para o município em que o veículo foi licenciado, o restante vai para o Estado investir em asfalto, rodovia, semáforos e infraestrutura. Por isso, além do IPVA variar entre 1% e 6% do valor da tabela FIPE, a taxa também muda em cada Estado. É preciso ficar atento às regras e valores do local onde você mora.

E apesar do IPVA 2017 estar 4,4% mais barato do que o valor cobrado em 2016, os motoristas que optarem pagar com antecedência ainda ganham desconto. Para quem fizer o pagamento até o fim de janeiro, o desconto é de 3%; para quem preferir pagar até o fim de fevereiro o desconto é de 2% e quem pagar apenas em março, ganhará 1%.

Procure as informações de data, valor e forma de pagamento sobre o seu veículo no site do Detran do seu Estado.

Isenção do IPVA

Antes de pagar o IPVA, verifique se ele está entre a lista de isentos.  Veículos de entidades filantrópicas, adaptados para portadores de necessidades especiais, do poder público ou para transporte público estão isentos da taxa. Os modelos  fabricados há mais de 10, 15 ou 20 anos – a data também difere em cada Estado – também não necessitam mais participar do pagamento.

Até a próxima,

Equipe Dispemec.com

 


Categorias: Dica do Dix

Tags: , , , , , , , , , ,

Mudanças na CNH entram em vigor


Nova CNH entra em vigor

A nova CNH (Carteira Nacional de Habilitação) entrou em vigor no dia 2 de janeiro deste ano e possui novas cores, marcas d’água e códigos de segurança. As mudanças no documento foram determinadas em uma resolução, aprovada em 24 de maio de 2016, pelo Contran (Conselho Nacional de Trânsito).

O topo da nova carteira de motorista teve a cor da tarja – que fica acima da foto do motorista – alterada de azul esverdeado para preta. O documento ganhou dois números de identificação nacional, o Registro Nacional e o Número do Espelho da CNH e um número de identificação estadual, o Renach (Registro Nacional de Condutores Habilitados).

Principais Mudanças na CNH

No canto superior direito, será acrescentado o mapa do estado em que foi emitida e no lado esquerdo, a imagem do mapa do país é impressa com uma tinta especial. O fundo do documento ficou mais amarelado e conta com elementos que serão confirmados apenas na luz ultravioleta. No final da carteira também foi acrescentada uma repetição de holografias com a sigla CNH e fios com microletras.

Todas as mudanças foram feitas como medida de segurança, para dificultar possíveis falsificações. Mas quem está com a CNH dentro da validade não precisa se apressar para trocar, a troca será feita apenas quando a carteira vencer e os valores continuam os mesmos.

Código bidimensional

Além das novidades que já entraram em prática, a partir de maio de 2017, o documento ainda irá ganhar um código bidimensional, conhecido como QR-Code. Este código vai permitir que a CNH seja conectada diretamente ao Registro Nacional de Condutores Habilitados. Sem precisar digitar nenhuma informação, apenas apontando a câmera para o símbolo, serão disponibilizados os dados do motorista. E para o uso desta tecnologia, o Denatran irá disponibilizar para os agentes de trânsito um sistema eletrônico para a leitura do código.

Equipe Dispemec.com


Categorias: Dica do Dix

Tags: , , , , , , , , , , ,

Conheça a história do apresentador do canal Mecânica Fácil


29

 

O Mecânica Fácil tornou-se um grande sucesso do YouTube e conquistou mais de 25 mil seguidores. E um dos segredos do canal é a maneira simples e didática de ensinar a arte da automecânica, trabalho nada fácil realizado por profissionais como Hélio Henrique da Silva, proprietário da HelioCar e um dos apresentadores dos vídeos do canal. Conheça um pouco mais sobre a história e saiba as dicas que Helinho deu durante um bate papo com a equipe do Dispenews.

 

Como você resolveu abrir sua primeira oficina mecânica?

 

Hélinho: Eu estava muito bem em uma concessionária, onde comecei como aprendiz de

 

mecânico aos 14 anos. Depois de chegar a mecânico e ter conquistado vários prêmios e certificações, fui promovido a chefe de Oficina. Fora do meu horário de trabalho, eu já fazia preparações de motores e suspensão, mas não imaginava montar uma oficina. Mas depois de mais de 15 anos de serviço, a empresa fechou. E foi aí que nasceu a Oficina Heliocar, que este ano completa 15 anos de muita dedicação.

 

O que você mais gosta na sua profissão?

 

Hélinho: A satisfação de realizar trabalhos que trazem satisfação aos clientes, sentir a confiança que eles depositam em nossa empresa e também participar da formação de vários profissionais ao longo desses anos, alguns que também tem a própria oficina, isso me traz  muita alegria.

 

Qual é o maior desafio de apresentar o Mecânica Fácil?

 

Hélinho: O maior desafio é sempre levar informações que possam realmente ajudar. Eu também procuro me aprofundar sempre mais nos assuntos de cada pauta, pois este canal representa uma empresa muito séria que é a Dispemec.

Quais os desafios de gerenciar uma mecânica de sucesso?

 

Hélinho: São vários, entre eles conseguir que a equipe entenda a importância de realizar um trabalho com excelência e que nosso cliente é nosso bem mais precioso e que não devemos permitir que nossos clientes saiam com qualquer dúvida sobre o trabalho que executamos.

 

Quais são seus planos profissionais para o futuro?

 

Hélinho: Tenho o desejo de ter uma oficina padrão e criar uma empresa com procedimentos e normas que possam ajudar outras oficinas que querem fazer o mesmo, pois a desorganização atrapalha muito o dia a dia.

 

Quais dicas você dá para quem quer abrir uma mecânica?

 

Hélinho: Buscar conhecimentos na área técnica e também de gerenciamento, pois a experiência que tivemos mostra que conhecimento técnico traz crescimento. Mas se não tiver uma boa gestão na área de finanças pode gerar problemas futuros que devemos evitar. O principal de tudo é ser correto, honesto, transparente com seus clientes, funcionários e fornecedores. Isto faz toda a diferença.

 

Gostou da entrevista? Para ter mais dicas entre no canal do Mecânica Fácil. 

 

Um abraço e até a próxima!

 

Equipe Dispemec.com


Categorias: Dica do Dix

Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Conheça o Calendário do Bem 2017


Calendário do Bem 2017

O ano de 2016 chegou no fim e para comemorar todos os desafios e etapas enfrentadas –  e receber 2017 com os braços abertos –  a Dispemec Autopeças produziu o Calendário do Bem 2017. A nova versão do calendário conta o trajeto da Associação Ágape de Educação Especial, uma organização de ensino e introdução de crianças com deficiências mentais a sociedade.

Para representar as as mais de 100 famílias presentes nos projetos da entidade, foram selecionadas 12 mães, que contam no material suas histórias e as dificuldades enfrentadas desde o nascimento de seus filhos até hoje.

A apresentação do calendário foi feita no  17 de  dezembro, durante o Natal Solidário, um evento com muitas surpresas, diversão e emoção. As mães ganharam um dia de spa, com direito a uma linda mesa de café, cabeleireiro, maquiagem e uma deliciosa massagem nos pés.

Enquanto elas descansavam, o resto dos familiares assistiram a uma incrível apresentação musical feita pelas crianças. E realizaram, junto com a animada equipe Dispemec, atividades como ping pong, piscina de bolinhas e um show de mímica.

Mas o Natal solidário não acabou por aí! Depois de terminarem todas as atividades relaxantes, as mães receberam mais uma surpresa: foram as protagonistas de um animado desfile de moda. No final da passarela, foram recepcionadas por suas famílias com faixas de Mãe Ágape e receberam um presente da Dispemec junto com o Calendário do Bem de 2017.

Com uma tiragem de 15 mil unidades, os calendários serão distribuídos para todas as oficinas mecânicas parceiras do Vale do Paraíba. Para saber mais sobre a Associação Ágape, entre no site.

Um Feliz Natal e até a próxima!

Equipe Dispemec.com


Categorias: Dica do Dix

Tags: , , , , , , , , , , , , ,